Páginas

sábado, 7 de abril de 2012

Quero um pedacinho de tempo


Quero um pedacinho de tempo

para poder descansar,
do peso do mundo que
estou sentindo em meus ombros...
Um tempo onde não me perguntem nada,
nem me peçam nada,
Quero ser a criança
que pode chorar livremente.

...Quero deixar que me

invada toda a dor do mundo neste instante
Por que ela é minha,
é real, é unica.
E como tal seja a vida comprometida...
Mesmo que eu não aceite
e não saiba lidar com ela.
E quero poder dizer isso, desse jeito

ESTA DOENDO SIM!!!!

Daqui a pouco tudo vai parecer
diferente e novo, eu sei.
Vou secar os olhos e vou a luta outra vez
E da dor hei de ressurgir mais forte...

ENTÃO, POR FAVOR...

Por um momento apenas...
Neste pequeno momento
mais que humano,
Neste meu miserável um por cento de fragilidade 
Deixe - me ser igual a todo mundo
E simplesmente me deixe chorar...


Nenhum comentário: